Procurar
Minha Conta
Carrinho

Inicialmente, é preciso que você entenda que cada pessoa tem necessidades diferentes, bem como cada vaper iniciante terá suas próprias experiências, montamos esse guia prático para te auxiliar na transição para o vape, com informações das quais são pertinentes para a sua iniciação.

O cigarro é um dos maiores causadores de mortes que poderiam ser evitadas, segundo o site do INCA (Instituto Nacional de Câncer), a Organização Mundial de Saúde aponta que o tabaco mata mais de 8 milhões de pessoas por ano. Mais de 7 milhões dessas mortes resultam do uso direto desse produto, enquanto cerca de 1,2 milhão é o resultado de não-fumantes expostos ao fumo passivo. ¹

Alguns países, como o Reino Unido, usam cigarros eletrônicos como um tratamento para as pessoas conseguirem largar o cigarro, é usado da mesma forma que adesivos e chicletes de mascar que contém nicotina, do qual são usados para saciar a vontade de fumar.

A lista de doenças oriundas do cigarro é tragicamente grande, e o vape é uma alternativa para redução de danos, já que o e-líquido utilizado nos aparelhos contém 3 componentes, e não milhares como o tradicional cigarro.

Mas aonde quero chegar é, se você fuma cigarro e quer largar, porém não consegue fazer isso de uma vez, tente pelo menos utilizar o cigarro eletrônico como uma saída para o tabagismo, mas se você não fuma, por favor, não comece a usar nicotina! Estar informado é crucial quando você está tomando decisões que afetam seu estilo de vida e sua saúde.

Planejamento

Qualquer mudança no seu estilo de vida, principalmente hábitos e vícios, devem ser planejados com antecedência, e ter o apoio de pessoas que convivem com você é muito importante, vai desde o respeito de aceitar suas decisões de escolhas, até a parte de não interferir nesse processo. Infelizmente com o montante de notícias negativas sobre o vaping na mídia, surge a desinformação, e as pessoas criticam o ato vaping porque não buscam informação sobre o que é e os benefícios em fazer a substituição dos hábitos.

Parei de fumar os cigarros tradicionais e quero ir para o vape, como escolher o aparelho certo?

Primeiramente, é crucial que você escolha o dispositivo certo para que sua adaptação seja eficientemente concreta. O seu kit inicial pode ser um mod sub-ohm, pod descartável, vape pen ou pod, sendo o mod o dispositivo mais complexo, que requer no mínimo um conhecimento básico.

Cigarros eletrônicos descartáveis pode ser um bom aliado para quem está na transição, o hábito de somente pegar um cigarro e acender, sem precisar de qualquer manutenção, é muito semelhante ao ato de comprar um descartável, e somente aspirar para ativá-lo, e quando a bateria ou o juice do dispositivo acabam você somente os descarta em um lixo apropriado para baterias.Isso sem contar que a forma de vaporar o descartável é similar ao do cigarro, pois o vapor vem bem restrito, é você consegue altas doses de nicotina que o ajudam a receber o hit na garganta, que muitas pessoas sentem a necessidade de sentir.

Infelizmente essa experiência não pode ser tão boa se você obter um Pod Descartável de baixa qualidade ou até mesmo falsificado (o que não é difícil de encontrar hoje em dia), por isso tente sempre comprar os seus produtos de cigarros eletrônicos em lojas confiáveis e especializadas em vape, um fornecedor bom é crucial.

Mod Sub-Ohm
Ele é chamado também de mod box, ou somente mod, e tem esse nome por ser feito de uma “caixa” da qual compõe grandes baterias, eles podem ser regulados, ou não, os mods não regulados, ou mod mecânico são indicados somente para vapers experientes, pois necessita que o usuário tenha conhecimento sobre a lei de ohm.Essa é uma boa escolha, pois você terá um dispositivo super versátil e duradouro, com o mod certo você consegue configurá-lo para vaporar tanto Freebase quanto NicSalt. Porém, há um lado negativo nisso, por muitas vezes, para um ex-fumante, pode acabar sendo uma engenharia excessiva para as suas necessidades atuais.

Vape Pens
Essa é uma ótima opção para quem precisa de praticidade para se acostumar com o vaping. Há alguns modelos em que você consegue controlar a temperatura, mas com apenas de 3 à 5 opções de controle, porém, a maioria dos modelos tem uma saída de tensão fixa, da qual você não precisa ajustar nada, o vapor é ativado com um único toque no botão.
Com seu formato cinlíndrico, do qual se assemelha com o cigarro, elas costumam ser muito leves e rápidas para recarregar sua bateria interna. E ainda há as duas opções de Vape Pen, DL e MTL, ficando a sua livre escolha inalar um vapor mais restrito ou mais solto.

Pod/ Pod Mod
Os pods ganharam uma grande popularidade entre os vapers, e com o surgimento da nicsalt esse é um ótimo dispositivo pra quem está na transição para o vaping.
O Pod é um dispositivo simples, do qual leva uma bateria interna, e pode ter um sistema de cápsula aberta, da qual você recarrega com o juice que você escolher, e o pod de sistema de cápsulas fechado, do qual você já os compra pré-cheios de juices e quando o mesmo acaba, somente descarta e troca.Um exemplo de pods com cápsula fechada é o Juul.Os pods são ótimos porque são pequenos, compactos, leves e simples de manusear, pois não necessitam que você adquira conhecimento avançado para ter um. Mas você precisa acertar na dosagem de nicotina, então preparamos um miniguia prático para tal.

Escolhendo a dose certa de nicotina

Escolher a quantidade certa de miligramas de nicotina para você é um dos fatores mais importantes quando se inicia no vaping, pois a nicotina é o principal fator do qual vai saciar sua vontade de fumar. Além disso a composição do e-líquido muda a forma de como você vai receber o hit na sua garganta. O juice com maior concentração de glicerina vegetal (VG), por exemplo, geralmente é mais suave, e o juice com maior concentração de propilenoglicol (PG) permite que nuvens maiores sejam feitas, mas se sua opção for para sais de nicotina (NicSalt), é necessário somente se atentar a concentração de nicotina, pois esses e-líquidos tem um VG/PG padrão (50/50).

A maneira de descobrir sua dose ideal de nicotina é pensar em quantos cigarros você costumava fumar. Se você nunca fumou ou deseja eliminar completamente a nicotina, uma dosagem de 0 mg é melhor para você. Se você tem dúvidas, comece com uma dosagem baixa e vai aumentando aos poucos.

Como você conseguiu observar nesse artigo, o aparelho certo vai de acordo com as suas necessidades, e claro, seu interesse pelo vaping, se você busca um aparelho mais complexo como o mod de kit inicial, é crucial que você aprenda pelo menos o básico. Mas em geral, indicamos o Pod como dispositivo inicial, por ser um investimento baixo e para você ir se acostumando com o cigarro eletrônico aos poucos, e conforme for entrando no mundo vaping das descobertas e informações, você pode adquir um aparelho mais complexo, que vai ter um investimento maior, porém vai ser muito mais duradouro e personalizável.

Por mais que seja difícil largar o cigarro tradicional, é muito importante que você tente fazer essa transição para o vaping, mesmo que seja aos poucos, até você conseguir sair totalmente do tabagismo. Busque ajuda de amigos, entre nos grupos de vapers, os usuários costumam ajudar muito quem está na transição, dicas de aparelhos, juices e formas de manuseá-los. Não desista! Estamos aqui para te ajudar nessa redução de danos.

Além disso, se quiser saber mais sobre a nicotina, Freebase, NicSalt e Free-Tobacco Nicotine, clique aqui, temos artigos que podem te ajudar a compreender melhor o mundo vaping.

O que esperar quando você parar de fumar e começar a vaporizar?²

Fala-se muito sobre os muitos benefícios que as pessoas desfrutam quando mudam de fumar cigarros de tabaco regulares para cigarros eletrônicos vaping. Mas você sabia que essas mudanças podem começar imediatamente?

Continue lendo para uma linha do tempo que mostra exatamente o que acontece com seu corpo quando você muda de fumar para vaping.

 

Atenção: Mantenha-se sempre informado, vape é redução de danos, não é brincadeira, busque utilizar sempre produtos originais, de fornecedores confiáveis, e se ligue nas demais informações sobre o mundo vaping.

Clique aqui para mais informações sobre vape em nosso blog.

SE NÃO FUMA, NÃO VAPORE PRODUTOS COM NICOTINA!

Consulte nosso site para dispositivos sem nicotina ou com baixo teor. Clique aqui.

Se você precisar de mais informações entre em contato conosco.
Quer comprar os melhores produtos vaping do mercado? Temos as melhores e mais renomadas marcas, vem conferir, clique aqui.

Oficina Vapor trabalha com as melhores marcas do mundo vaping, somente produtos originais com qualidade comprovada!!

Curtiu o nosso artigo? Tem alguma dúvida ou sugestão de tema?

Deixe seu comentário aqui!

Referência Bibliográfica

  1. https://www.inca.gov.br/tabagismo ¹
  2. https://www.vipelectroniccigarette.ie/blogs/blog/what-to-expect-when-you-quit-smoking-and-start-vaping ²
  3. https://www.vaporesso.com/blog/what-do-you-need-to-start-vaping
  4. https://www.vapemate.co.uk/getting-started/vaping-basics.html
  5. https://www.jumponthevape.com/blogs/vaping-cbd-guides/a-beginners-guide-to-vaping
  6. https://tudotecnologia.net/saiba-tudo-sobre-o-vape-o-jeito-mais-facil-de-parar-de-fumar-cigarros/
  7. https://www.clubedovapor.com/blog/dicas-e-tutoriais/cigarro-eletronico-para-parar-de-fumar
  8. https://www.cdc.gov/tobacco/data_statistics/fact_sheets/health_effects/effects_cig_smoking/
  9. https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/tobacco

Olá Vapers!

E vamos para mais um assunto muito polêmico. Afinal, o cigarro eletrônico é menos nocivo que o cigarro comum? O que ambos causam no organismo? Quais as diferenças de cada um em termos de redução de danos?

CIGARRO COMUM X CIGARRO ELETRÔNICO

Infelizmente há muitos artigos na mídia com informações sobre como o vape é prejudicial, e que ele não é menos nocivo que o cigarro, porém estão disseminando a desinformação, há pesquisas sendo realizadas para provar que o vape é uma forma segura e eficaz de sair do tabagismo com um grau enorme de redução de danos, já que outras formas para parar de fumar, como por exemplo, adesivos de nicotina, gomas de mascar, remédios, tem a eficácia baixa, 7 a cada 10 pessoas não param de fumar com esses métodos.

Não podemos falar que o Vape não gera danos à saúde, pois é um assunto novo que está sendo estudado, mas com pesquisas e testes realizados ao longo dos anos temos certeza de que vaporar é mais seguro e benéfico do que fumar.

Muitas pessoas acreditam que a nicotina é o composto químico mais prejudicial, mas na verdade é a combustão dos milhares de compostos químicos que estão no tabaco que causam os danos à saúde.

Nos últimos anos, os cigarros eletrônicos se tornaram um auxílio para parar de fumar muito popular no Reino Unido. Também conhecidos como vapes ou e-cigs, eles são muito menos prejudiciais do que os cigarros e podem ajudá-lo a parar de fumar para sempre.

Vape e a redução de danos comparado ao cigarro
FONTE:  Veja Saúde

Além disso, cientistas britânicos acreditam que vaporizadores ou dispositivos de tabaco aquecido podem ser úteis como estratégia de redução de danos. Segundo um levantamento de 2014, para cada milhão de fumantes que substituem os modelos comuns pelos eletrônicos, mais de 6 mil vidas seriam salvas por ano.

No Brasil, país considerado referência mundial no combate ao tabagismo, o índice de fumantes é de 9,3% da população — há 30 anos, chegou a ser 34,8%. Pelo raciocínio britânico, se os 18,2 milhões de fumantes brasileiros migrassem para o modelo eletrônico, 108 mil vidas seriam salvas por ano. ¹

A redução de danos tem uma grande capacidade de prevenir mortes e incapacidades causadas pelo tabagismo, e para estimular nosso progresso para uma sociedade livre do tabaco.

Agora vamos falar um pouco sobre o cigarro comum e o que ele faz no organismo

A fumaça do cigarro é inalada para os pulmões, distribuindo-se para o sistema circulatório fazendo com que a nicotina chegue de sete a 19 segundos ao cérebro. Além disso, o fluxo sanguíneo capilar pulmonar é rápido, e todo o volume de sangue do corpo percorre os pulmões em um minuto. Dessa forma, as substâncias inaladas pelos pulmões espalham-se pelo organismo com uma velocidade quase igual à de substâncias introduzidas por uma injeção intravenosa. A fumaça do charuto e cachimbo é absorvida pela mucosa oral. Dessa forma, não há a necessidade de tragá-la, pois da cavidade oral a nicotina atinge rapidamente o cérebro. ²

O tabagismo é o principal causador de mortes e morbidade em praticamente todos os países do mundo, só perde para a hipertensão. O cigarro traz o risco de câncer, doenças cardiovasculares, úlceras, infertilidade, e muitas outras complicações. Como consequência disso os fumantes têm uma maior probabilidade de morrer prematuramente do que os não fumantes.

Além disso tem os efeitos comuns, que são falta de ar, perca de apetite, cansaço, isso sem contar a redução do olfato e do paladar.

Os riscos relativos de efeitos adversos à saúde tendem a aumentar com o aumento da intensidade do fumo, juntamente com a quantidade fumada por dia, e com a crescente duração do tabagismo.

Vape e a redução de danos comparado ao cigarro
FONTE: VIX

O cigarro tem aproximadamente 4.700 substâncias químicas presentes, sendo 43 delas cancerígenas e, quando entram em contato contínuo com os tecidos do corpo, podem agredir as células, correndo o risco de desenvolver células com mutações, capazes de desenvolver câncer.

Essa droga é tão prejudicial que afeta a maioria dos órgãos no corpo, segundo um estudo da Universidade King’s College London, foi constatado que o cigarro causa uma degeneração cognitiva no cérebro da qual afeta a memorização, a concentração e até o modo de pensar dos fumantes.

O que o cigarro faz na gravidez?

Como bebê e mãe dividem a mesma circulação sanguínea, fumar na gravidez faz mal pois expõe a criança às substâncias nocivas do fumo e ainda atrapalha a chegada de oxigênio, vitaminas e minerais para o feto.

Portanto, usar essa droga na gestação resulta no aumento do risco de diversos problemas como placenta prévia, descolamento da placenta, hemorragia, baixo peso ao nascer, aborto, má formação fetal e morte da mãe e morte da criança. ³

Cigarros Eletrônicos ou Vape

Vape e a redução de danos comparado ao cigarro
FONTE: CDC

Há vários modelos de dispositivos de cigarros eletrônicos, de formatos, tamanhos e nomes diferentes, dentre eles:

Um cigarro eletrônico é um dispositivo que permite inalar a nicotina na forma de vapor em vez de fumaça. Os cigarros eletrônicos não queimam tabaco e não produzem alcatrão ou monóxido de carbono, dois dos elementos mais prejudiciais da fumaça do tabaco.

Eles agem aquecendo um líquido que normalmente contém nicotina, propilenoglicol e / ou glicerina vegetal e aromatizantes. Usar um cigarro eletrônico é conhecido como vaporização.

Quão seguros são os e-cigarros?

Não são totalmente isentos de riscos, mas representam uma pequena fração do risco dos cigarros.

O líquido do vape contêm nicotina, que é potencialmente perigosa, vicia e não deve ser usada por pessoas que não tem o hábito do tabagismo.

E quanto aos riscos da nicotina?

Embora a nicotina seja a substância viciante dos cigarros, é relativamente inofensiva. Quase todos os danos do fumo vêm dos milhares de outros produtos químicos presentes na fumaça do tabaco, muitos dos quais são tóxicos.

A terapia de reposição de nicotina tem sido amplamente utilizada por muitos anos para ajudar as pessoas a pararem de fumar e é um tratamento seguro.

Os cigarros eletrônicos são seguros para uso durante a gravidez?

Poucas pesquisas foram conduzidas sobre a segurança dos cigarros eletrônicos durante a gravidez, mas é provável que sejam muito menos prejudiciais para uma mulher grávida e seu bebê do que os cigarros.

Se você estiver grávida, os produtos NRT (Terapia de Reposição de Nicotina) licenciados, como adesivos e chicletes, são a opção recomendada para ajudá-la a parar de fumar.

Eles representam um risco de incêndio?

Já houve casos de e-cigarros explodindo ou pegando fogo. Como acontece com todos os dispositivos elétricos recarregáveis, o carregador correto deve ser usado e o dispositivo não deve ser deixado carregando sem supervisão ou durante a noite.

O vapor do cigarro eletrônico é prejudicial a outras pessoas?

Não há evidências até agora de que a vaporização cause danos a outras pessoas ao seu redor. Isso contrasta com o fumo passivo causado pelo fumo, que é conhecido por ser muito prejudicial à saúde. ⁵

O que o cigarro eletrônico causa na saúde?

Os cigarros eletrônicos são relativamente novos e os cientistas ainda estão aprendendo sobre seus efeitos de longo prazo na saúde. Aqui está o que sabemos atualmente sobre os efeitos dos cigarros eletrônicos na saúde:

O aerossol do cigarro eletrônico geralmente contém menos substâncias químicas nocivas do que a fumaça dos produtos de tabaco queimados. No entanto, o aerossol do cigarro eletrônico pode conter produtos químicos cancerígenos e pequenas partículas que penetram profundamente nos pulmões.

A maioria dos cigarros eletrônicos contém nicotina, a droga altamente viciante encontrada no tabaco.

Em jovens e adultos jovens, a nicotina pode prejudicar o desenvolvimento do cérebro, que continua até cerca de 25 anos.

A nicotina é perigosa para mulheres grávidas e seus bebês em desenvolvimento.

Muitos tipos mais novos de cigarros eletrônicos usam sais de nicotina (também chamados de sais nic). Os sais de nicotina permitem que níveis particularmente elevados de nicotina sejam inalados mais facilmente e com menos irritação da garganta do que a nicotina de base livre típica encontrada na maioria dos produtos de tabaco, incluindo os tipos de cigarros eletrônicos que estão no mercado há mais tempo. Esse recurso permite uma distribuição de nicotina mais eficiente do que as gerações anteriores de cigarros eletrônicos, o que tem o potencial de ajudar os adultos a usar esses produtos na tentativa de parar de fumar. No entanto, também pode aumentar o potencial de iniciação e dependência, especialmente entre jovens e adultos jovens. ⁶

Agora que você já viu que os riscos de fumar o cigarro comum são indescritivelmente maiores do que do vape, que tal testar um pod ou um pod descartável para saciar a sensação da nicotina?!
Você vai se redescobrir e não vai querer largar mais!

Venha conferir na Oficina Vapor os melhores produtos originais de vape! Clique aqui ?

Referências Bibliográficas:

Olá Vapers!

Vamos esclarecer algumas dúvidas de um assunto que está muito em alta hoje em dia, trataremos sobre o que é essa nova doença que tanto nos assusta, os seus sintomas e o principal, o que realmente causa EVALI e sua relação com o vaping.

O QUE É EVALI?

EVALI, sigla para E-cigarette or Vaping product use-Associated Lung Injury (uso de cigarro eletrônico ou produto vaping associado a lesão pulmonar) nomeado pelo CDC (Centro de Controle de Doenças e Prevenção), é uma doença descoberta nos Estados Unidos em 2019, da qual matou e deixou muitas pessoas hospitalizadas em diversos estados do país, foi até mesmo confundida com o Covid-19 por seus sintomas similares.

Na maioria dos casos houve o aumento dos sintomas pouco a pouco, começando com dificuldade respiratória, dor no peito, falta de ar, e em alguns casos foram relatados até problemas gastrointestinais de níveis leves a moderados, causando vômito, diarreia e até febre.

O QUE CAUSA EVALI E QUAL SUA RELAÇÃO COM O VAPING?

Agora iremos expor a REALIDADE, que não é o uso contínuo do vape que está causando EVALI, e sim o diluente que está sendo utilizado em cigarros eletrônicos e canetas de thc, o famoso acetato de vitamina E.

Com o grande BUUM que o mundo do vape deu, principalmente entre os adolescentes, consequentemente houve o grande aumento de produtos de “ fundo de quintal “, falsificados e irregulares, produtos que não são feitos em laboratórios especializados e sem a garantia do que realmente há na composição dos mesmos. E não é diferente com o THC, com a legalização da maconha em alguns estados dos EUA veio os produtos manufaturados de formas irregulares e falsificados, onde o acetato é usado para diluir e “ render “ mais, e também como espessante, para deixar os cartuchos de THC mais atrativos.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) identificaram o acetato de vitamina E como uma "substância química preocupante" no recente surto de "lesão pulmonar associada ao cigarro eletrônico" (EVALI) nos Estados Unidos. O produto químico tem sido usado como agente espessante em e-líquidos ilícitos ou do mercado negro nos Estados Unidos e foi encontrado em 100% das amostras de fluido pulmonar submetidas ao CDC. O TCH (tetrahidacanibinol, um ingrediente psicoativo chave na cannabis) foi encontrado em 82% das amostras e a nicotina em 62%. Em 20 de novembro de 2019, o CDC identificou 2.290 casos de EVALI e 47 mortes.¹

Inclusive, os cinco primeiros estados a legalizar a cannabis de forma recreativa — Alasca, Califórnia, Colorado, Oregon e Washington — tiveram menos de um caso de EVALI a cada 100 mil habitantes, com idades entre 12 e 64 anos. Já os estados com maior prevalência da doença — Utah, Dakota do Norte, Minnesota, Delaware e Indiana — não é permitido o uso recreativo da substância. ²

O que é o acetato de vitamina E e como ele reage no organismo? Tem relação com a EVALI?

O acetato de vitamina E é composto oleoso que é muito utilizado em cosméticos, ou produtos alimentícios, pois ele é seguro quando você o ingere ou passa na pele, mas quando ele é inalado, ele é muito prejudicial à saúde, foi oficialmente provado que ele provoca lesões pulmonares e um tipo de pneumonia.

Fonte: GizModo Brasil

O acetato de vitamina E é basicamente graxa, disse Michelle Francl, professora de química da Bryn Mawr College. Sua estrutura molecular significa que “você precisa aquecê-lo bem quente” para que ele se vaporize. Seu ponto de ebulição é de 183 graus C, que está bem acima do ponto de ebulição de 100 graus C da água e cinco vezes a temperatura normal do corpo humano.

Quando o óleo é aquecido o suficiente para vaporizar, ele pode se decompor e “gerar sabe se lá o quê para ser respirado”, diz Francl.

Quando esse vapor se resfria nos pulmões, ele volta ao seu estado original nessa temperatura e pressão, ela disse, o que significa “que assim esse óleo passa a revestir o interior dos pulmões”, disse ela.

Em Utah, os médicos trataram vários pacientes com lesões pulmonares agudas diagnosticadas com uma condição rara conhecida como pneumonia lipóide, com sintomas como dor no peito e dificuldade em respirar. Esses pacientes tinham células imunes anormais cheias de lipídios, disseram os médicos.

Laura Crotty Alexander, pesquisadora de inflamação pulmonar e cigarros eletrônicos da Faculdade de Medicina da Universidade da Califórnia em San Diego, disse que não está claro se o produto químico em si ou seus derivados podem ser tóxicos.

“Não analisamos a toxicidade da vitamina E nos pulmões”, disse ela. “Os pulmões são projetados para trocar moléculas de gás; eles não são projetados para serem expostos a outros produtos químicos”.

Quando as células pulmonares morrem, isso geralmente provoca uma resposta inflamatória e “outras células precisam entrar e limpar os resíduos celulares”, diz Alexander. Mas os pulmões são muito delicados. Quando células extras entram, “elas impedem as trocas gasosas”, diz ela.

Isso dificulta a entrada de oxigênio na corrente sanguínea de uma pessoa. A inflamação pode causar acúmulo de líquido nos pulmões, dificultando a respiração, diz ela.  ³

O Impacto do EVALI no mundo vaping

Esse surto somado com as notícias atacando os cigarros eletrônicos, dizendo que ele era o único responsável por essa doença causou um grande impacto no mundo vaping, um deles foi uma série de restrições estaduais e federais criadas pelo governo dos EUA, chegou até a proibição temporária de todos produtos de vaporização em Massachusetts, em meados do final de 2019. Outro grande impacto causado foi nos usuários, pessoas que vaporavam começaram a voltar fumar cigarro por conta do governo e a mídia culpando o vape e a nicotina, até mesmo os flavours (compostos que dão sabor) de matar dezenas e deixar milhares de pessoas internadas em hospitais, isso causou muito medo e receio em todos.

Era evidente desde o começo que a culpa não era do vape, e sim dos cartuchos de THC, dos quais os traficantes utilizavam o acetato com um dos componentes principais para diluir e deixar o líquido mais espesso, mas a mídia e o governo aproveitaram para causar pânico nas pessoas, até mesmo o CDC que tem artigos dizendo que o vape é uma forma de sair do tabagismo sem prejudicar sua saúde, disse para evitar o uso de vaporizadores.

Aqui no Brasil é pior ainda, eles divulgam informações atacando o uso dos cigarros eletrônicos sem embasamento nenhum, e sem fazer a distinção de canetas de THC para os vapes, e isso deu o que falar aqui, causou desinformação nas pessoas e muita confusão, a informação não verídica divulgada induz as pessoas ao erro, fazendo com que o vape virasse o vilão da história e consequentemente levando pessoas a voltarem a fumar o cigarro convencional, que é imensamente muito mais prejudicial à saúde.

Mas só depois de muita luta, o CDC finalmente tirou a culpa do vape e oficialmente divulgou que o vilão é o acetato de vitamina E, encontrados em cartuchos de THC (as canetinhas), contrariando tudo o que havia falado anteriormente, em um comunicado feito em 25 de fevereiro de 2020:

“ Devido ao declínio contínuo em novos casos de EVALI desde setembro de 2019,

e à identificação do acetato de vitamina E como a principal causa de EVALI,

o lançamento de hoje é a atualização quinzenal final do CDC sobre o número

de casos de EVALI hospitalizados e mortes em todo o país. O CDC continuará

a fornecer assistência aos estados, conforme necessário, em relação ao EVALI

e fornecerá atualizações futuras conforme necessário em: www.cdc.gov/lunginjury. “ ⁴

O mundo do vape ainda está lutando para ter o seu lugar no comercio internacional, com todo esse ataque do governo e da mídia, as notícias sensacionalistas e o pânico instalado, o Governo e o FDA impuseram regras e regularizações a serem seguidas para o comércio de juices e produtos vape voltarem ao mercado, uma delas é o novo PMTA (Aplicação de Pré-Comercialização do Tabaco).

A PMTA exige essas seguintes documentações:

A FDA impõe que se a empresa não for aprovada no PMTA, ela não vai poder vender seu produto, além dos inúmeros requisitos, é um processo muito caro para os fabricantes, várias marcas desistiram de fabricar nos EUA por conta disso, infelizmente, isso afeta de mais o mercado vaping.

Estima-se que cada PMTA custa cerca de US $ 730.000. Isso é para cada produto que você deseja manter.

Agora que vocês já entenderam o que é EVALI e que o vape não tem nenhuma parcela de culpa com essa doença, vocês podem vaporar tranquilamente seus juices nacionais e juices internacionais ORIGINAIS, não vaporem líquidos que não se sabe a procedência ou sua composição, não arrisque sua saúde!

Clique aqui e compre agora mesmo na Oficina Vapor seus juices originais e se divirta vaporando sem medo. ❤️

Atenção: Mantenha-se sempre informado, vape é redução de danos, não é brincadeira, busque utilizar sempre produtos originais, de fornecedores confiáveis, e se ligue nas demais informações sobre o mundo vaping.

Clique aqui para mais informações sobre vape em nosso blog.

SE NÃO FUMA, NÃO VAPORE PRODUTOS COM NICOTINA!
Se você precisar de mais informações entre em contato conosco.
Quer comprar os melhores produtos vaping do mercado? Temos as melhores e mais renomadas marcas, vem conferir, clique aqui.

cropped Logo nova 32

Oficina Vapor trabalha com as melhores marcas do mundo vaping, somente produtos originais com qualidade comprovada!!

Curtiu o nosso artigo? Tem alguma dúvida ou sugestão de tema?

Deixe seu comentário aqui!

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

CENTRAL DE ATENDIMENTO

Segunda á Sexta das 9h30 as 18h00,
Sábados das 9h30 ás 15h00.

FORMAS DE PAGAMENTO

Copyright OficinaVapor®
Olá Oficineiros, para acessar nosso site, basta fazer o login a abaixo.
Possui um convite?
Clique aqui para se cadastrar.
starstar-emptyphonebullhornchevron-downlayers